sábado, 21 de dezembro de 2013

"Mar" 40 x 60 cm





FAROLEIRO

quem mandou colher o ouro e a prata do sorriso, saborear
o perfume derramado entre os dedos das mãos?

quem mandou esculpir castelos de areia como se fossem de marfim,
correr com a sede de um cometa
pelas fontes do corpo?

quem mandou catar mariscos e conchas no regaço, desenhar
no velame do barco  a nudez da delicadeza?

quem mandou mergulhar no abraço com o desejo do vento,
costurar sonhos com a seda  do silêncio de sereia?

quem mandou acreditar em fadas, duendes, unicórnios, gnomos, 
imaginar que a poesia  voltaria na maré cheia da praia?

quem mandou pensar que o olhar ficaria como uma tatuagem
e o carinho pudesse acalmar o meu coração de menino?

quem mandou, amor meu,
foi o meu amor, não fui eu! 
  
[Mário Pirata]


quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

"Peixinho" 30 x 40 cm



E a vida vai tecendo laços
Quase impossíveis de romper:
Tudo o que amamos são pedaços
Vivos do nosso próprio ser.

[Manuel Bandeira]