domingo, 27 de abril de 2014

"Contemplação" 40 x 50 cm








Réquiem

queimei a nau
voltei a nado

nas mãos,
um cansaço de âncoras
e o silente peso
dos fins

declaro este
o último naufrágio

de mim

[Germana Zanettini]


quarta-feira, 16 de abril de 2014

"Divina" 40 x 50 cm


ALMA DELICADA

Tenho a alma delicada
demais para o meu gosto.
Qualquer dia ela amanhece estrangulada
e eu com o mesmo sorriso no rosto.

[Gilberto Wallace Battilana]




quarta-feira, 9 de abril de 2014

"Caminho florido" 40 x 50 cm


Canção Excêntrica 

Ando à procura de espaço
para o desenho da vida.
Em números me embaraço
e perco sempre a medida.

Se penso encontrar saída,
em vez de abrir um compasso,
protejo-me num abraço
e gero uma despedida.

Se volto sobre o meu passo,
é já distância perdida.

Meu coração, coisa de aço,
começa a achar um cansaço
esta procura de espaço
para o desenho da vida.

Já por exausta e descrida
não me animo a um breve traço:
- saudosa do que não faço
- do que faço, arrependida.


[Cecília Meireles]

terça-feira, 8 de abril de 2014

"Vista do mar" 40 x 50 cm


Esta vida é um punhal de dois gumes fatais:
não amar é sofrer; amar é sofrer mais.

[Menotti del Picchia]


quarta-feira, 2 de abril de 2014

"Mundo Rosa" 24 x 30 cm


Se tanto me dói que as coisas passem
É porque cada instante em mim foi vivo
Na busca de um bem definitivo 
Em que as coisas de Amor se eternizassem.


[Sophia de Mello Breyner]